Atenção: Esta loja está em Implantação. Nenhum pedido deverá ser considerado. Itens expostos são apenas testes. Aguarde e volte em breve!
Sacola de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

11/02/2019

Veja Aquaman

Para Jason Momoa, tudo começou há seis anos, quando ele começou a negociar com Zack Snyder sua participação em Aquaman. Em 2014, fechou contrato. Fez uma participação em Batman Vs. Superman – A Origem da Justiça, outra, um pouco maior, em Liga da Justiça. Snyder era o homem que estava comandando a expansão do universo da DC Comics no cinema.

E aí veio a tragédia que destroçou a vida do diretor – o suicídio de sua filha. Liga da Justiça é sobre isso, sobre o desejo desesperado de trazer, de entre os mortos, a pessoa amada. O público não entendeu. Fãs de super-heróis não querem tragédias – pelo menos no tom.

Zack Snyder caiu fora de Aquaman, Henry Cavill não vai ser mais Superman. James Wan assumiu o comando do universo marítimo de Aquaman. Mudou muito, manteve o essencial. Momoa, Amber Heard – que Snyder, seguindo a própria atriz, testou e aprovou pessoalmente para o papel de Mera.

Amber, a propósito, não estava muito convencida – tudo isso ocorreu antes do estouro de Mulher-Maravilha, no ano passado. Achava que mulheres, em filmes de super-heróis, são como princesas de contos de fadas, à espera do príncipe, perdão, do salvador. Snyder convenceu-a de que Mera seria forte, guerreira – e humorada. Mera passa o filme provocando Arthur Curry, o Aquaman, a quem chega a chamar de imbecil.